Domingo, 25 de Outubro de 2009

O inicio da espera...

 

 

 

- Tenho a mão fria...
Ela levantou a blusa de lã e encostou-lhe a mão à barriga.
- Assim está melhor?
- Está... está bastante melhor, está quente...
Ela sorriu.
- Claro que está quente, meu tonto... e então... diz-me... já pensaste?
Ele permaneceu em silêncio, deixando a mão deslizar sobre a pele branca. Que sensação estranha aquela – estranha e suave, como feltro, como musgo verde de primavera.
- Já... já pensei – disse finalmente – mas não te parece que ainda é demasiado cedo para pensarmos nisso? Ainda nem tens...
- A certeza? – atalhou ela de imediato – claro que tenho a certeza.... uma mulher sabe, meu querido, uma mulher sabe sempre...
 
Ele emoldurou-lhe o rosto num olhar terno, dedicado. Sentiu por momentos que todas as palavras eram desnecessárias, superfluas.
- Gostava que se chamasse ... Artur, como o avô... se for rapaz.
- Artur?... É um nome bonito... e se for rapariga?
- Rapariga? Talvez Bianca... como a filha daquela tua amiga, sabes? Aquela que teve gémeas...
Ela procurou-lhe a mão, entrelaçando os dedos nos dele.
- Tens bom gosto para nomes...
 
Permaneceram mudos, perdidos num mar de sonhos, cada vez mais perto de se cumprir.
Finalmente, foi ela que rompeu o silêncio.
 
- Fazem um contraste bonito, não fazem?
 
Olhava para as mãos entrelaçadas, pousadas ainda sobre a barriga. A dela, de pele muito branca, a dele escura como ébano.
 
Ele beijou-lhe os olhos ao de leve.
 
- Fazem... fazem sim... e tenho a certeza que a Bianca ou o Artur, qualquer que seja a cor... será a criança mais linda do mundo.... tenho a certeza.

 

publicado por entremares às 08:36
link do post | comentar | favorito
18 comentários:
De grifoplanante a 25 de Outubro de 2009 às 10:18
Bela história de amor para um Domingo cinzento e chuvoso.
Imagem perfeita pela suavidade que traduz.
Tudo de harmonia para esses oito meses restantes de uma gestação desejada de uma Blanca ou de um Artur.
Quem sabe se de um casal de gémeos...

Um abraço para o futuro...
De entremares a 25 de Outubro de 2009 às 14:26
Amigo João...

Lembraste-me daquela cumplicidade que também existe entre o fotógrafo e a borboleta.
As coisas completam-se... e só assim nasce o fruto desejado...

Um grande abraço
Rolando

Comentar post

.mais sobre mim

.BlogGincana


.Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. O unicórnio branco

. Nascer de novo

. Noites de lua nova

. Perguntas e Respostas

. Roby, o rei leão

. Onde mora o paraíso?

. Sinais

. Um novo destino

. O profeta

. Ele e Ela

. As doze badaladas

. O salto da alma nua

. O rei morreu... Viva o re...

. Blog Gincana - Novembro

. A dúvida humana

.

. João e o Mestre

. Aniversário

. E depois do adeus

. A pimenta do amor

. O que fazer?

. Sem título

. A mulher invisível

. A escolha dos anjos

. Os amantes

. A Dama do Outono

. Um pedido

. Simplesmente Eugénio

. Carmen Miranda

. A decisão

.arquivos

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

.links

.as minhas fotos

blogs SAPO

.subscrever feeds