Segunda-feira, 6 de Julho de 2009

A divina comédia

 

Julia – Não é justo...
Deus – Não és tu que decides isso, sabias?
Julia – Mesmo assim... os computadores são máquinas, e as máquinas não podem avariar precisamente nas piores alturas.
Deus – E porque não ? Se avariassem e tu nem te apercebesses... onde estaria a graça?
Julia – Graça? Graça... eu ficar sem todo o meu trabalho... uma tarde inteira de trabalho... acha graça a isso?
Deus – Claro que é irónico... apesar de Eu não ter tido qualquer responsabilidade nisso, caso não saibas...
Julia – Vai dar ao mesmo... a sua função devia ser a de evitar que estas coisas acontecessem...
Deus – Claro... e daqui a pouco até me estarias a pedir que os teus textos aparecessem escritos sózinhos no computador, por intervenção divina... isto é, por minha intervenção, não é?
Julia – Ajudaria bastante...
Deus – Pois desengana-te... não é assim que as coisas funcionam, minha menina...
Julia – Isso já eu percebi. Só não percebi ainda é como elas funcionam... porque Deus também deveria proteger os pobres utilizadores destas máquinas infernais...
Deus – Ah... agora é que falaste bem...
Julia – Falei? Por ter dito que os computadores eram máquinas infernais? Quer dizer que a seguir vai atirar as culpas para o Diabo? Ele é que inventou os computadores, querem ver...
Deus - ... Hum... não, por acaso não foi ele. Mas vou contar-te uma história, e pode ser que assim percebas melhor...
Julia – Pois... parábolas, parábolas... porque não diz logo as coisas de uma vez?
Deus – Bem... então foi assim... Deus e o ... isto é, Eu e o Diabo também fizemos aqui há uns tempos atrás... um pequeno curso de informática, sabias ? Coisa pequena, claro, um par de horas... mas pronto, o mais importante é o que aconteceu depois...
Julia – Depois? Depois de quê?
Deus – Depois do curso, claro... tivemos que fazer uma prova, como deves calcular... e não é que, durante a prova – imagina lá tu – a electricidade acabou... e os computadores se desligaram?
Julia – Oh, que horror...
Deus – É isso mesmo... mas entretanto, quando a electricidade voltou, já não houve tempo para repetir o teste e então... só eu passei.
Julia - ...
Deus – Não dizes nada?
Julia - ... ainda não cheguei lá... quer dizer que o Deus passou no exame e o Diabo chumbou, é isso?
Deus – Ora nem mais... fantástico, não é?
Julia - ... estou quase, quase lá... mas ainda não percebi a ideia...porque é que, se os dois computadores se desligaram por falta de electricidade... só Deus é que passou no exame... e o Diabo chumbou?
Deus – Ora ... é muito simples... é que eu “salvo”... isto é, Deus salva “ save as”, “ guardar como” e essas coisas todas...
Julia – Ah...
 
E Deus ria, ria, ria sem conseguir parar.
Julia, com uma tarde de trabalho perdida no computador, nem por isso...
 

 

publicado por entremares às 19:39
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.mais sobre mim

.BlogGincana


.Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. A divina comédia

.arquivos

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

.Os ouvintes das histórias

online

.links

.as minhas fotos

.Nº de Navegadores

Get a free html hit counter here.

.Google

.Quem navega...

Locations of visitors to this page

.Gazeta dos Blogueiros

Gazeta dos Blogueiros
blogs SAPO

.subscrever feeds