Terça-feira, 8 de Dezembro de 2009

 

Vagarosamente, pegou na caneta, à espera de um sinal.
A folha de papel, teimosamente em branco, insistia em não se revelar.
 
Certamente, algo deverá surgir – pensou, mordiscando sem pensar a ponta da haste dos óculos. Ajeitou-se sobre a cadeira, abriu um pouco mais os cortinados – talvez um pouco mais de luz...
 
Mas não, nada. Um rosto feminino, impossível de desenhar, fitava-o sorrindo, decalcado sobre a folha branca. Inexistente, uma miragem. Abriu e fechou os olhos vezes sem conta, esperando que a realidade se desenhasse de novo sobre o papel... mas tudo se revelou inútil, os contornos da face, a boca, as medeixas de cabelo, o olhar penetrante... tudo continuava ali, bem à sua frente, mesmo que só os seus olhos a pudessem vislumbrar.
 
Queria escrever as palavras “ ADEUS, DESISTO “.
 
Uma força insuspeita reteve-lhe o movimento da mão, quando a ponta da caneta tocou a superfície macia do papel. Lá fora, o céu que amanhecera cinzento desnudou-se por segundos de algumas nuvens e um raio tímido de luz invadiu a sala, aproveitou os cortinados abertos e foi banhar a folha de papel branco que ainda segurava na mão.
 
Por um segundo, um indefinível segundo, sentiu uma dor aguda trespassar-lhe o peito. Até quando... até quando conseguiria... arranjar forças? Para resistir? Para lutar?
 
Finalmente, pousou a mão e um fio de tinta molhou o papel sequisoso de palavras.
E escreveu.
 
“ Meu amor... “
 
 

 

tags:
publicado por entremares às 12:59
link do post | comentar | favorito
|
24 comentários:
De libel a 8 de Dezembro de 2009 às 23:31
Um pequenino grão de areia
Que era um eterno sonhador
Olhando o céu viu uma estrela
Imaginou coisas de amor
Passaram anos, muitos anos
Ela no céu, ele no mar
Dizem que nunca o pobrezinho
Pode com ela se encontrar

Se houve ou se não houve
Alguma coisa entre eles dois
Ninguém soube até hoje explicar
O que há de verdade
É que depois, muito depois
Apareceu a estrela do mar

E esta heim...Rolando??..Será que a Estrela resolveu descer, ou o grãozinho ganhou asas??...
Hum..acho que vou subornar a estrela do mar, talvez se lembre de alguma coisa...ahhaha...acho que não, ela também não viu nada, apenas comprova esse lindo amor.

Beijokas
De Maryama a 9 de Dezembro de 2009 às 01:29
Descreveu mágicamente o modo como me sinto as vezes.
Adorei!
De entremares a 9 de Dezembro de 2009 às 12:48
Libel...

Bonita poesia, bonita imagem, feliz ,mensagem.
Sim... o sol e a lua, o dia e a noite, uma estrela e um grão de areia...

Sinais.
Muitos sinais.

Beijos
Rolando

Comentar post

.mais sobre mim

.BlogGincana


.Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. O unicórnio branco

. Nascer de novo

. Noites de lua nova

. Perguntas e Respostas

. Roby, o rei leão

. Onde mora o paraíso?

. Sinais

. Um novo destino

. O profeta

. Ele e Ela

. As doze badaladas

. O salto da alma nua

. O rei morreu... Viva o re...

. Blog Gincana - Novembro

. A dúvida humana

.

. João e o Mestre

. Aniversário

. E depois do adeus

. A pimenta do amor

. O que fazer?

. Sem título

. A mulher invisível

. A escolha dos anjos

. Os amantes

. A Dama do Outono

. Um pedido

. Simplesmente Eugénio

. Carmen Miranda

. A decisão

.arquivos

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

.Os ouvintes das histórias

online

.links

.as minhas fotos

.Nº de Navegadores

Get a free html hit counter here.

.Google

.Quem navega...

Locations of visitors to this page

.Gazeta dos Blogueiros

Gazeta dos Blogueiros
blogs SAPO

.subscrever feeds