Domingo, 25 de Outubro de 2009

O inicio da espera...

 

 

 

- Tenho a mão fria...
Ela levantou a blusa de lã e encostou-lhe a mão à barriga.
- Assim está melhor?
- Está... está bastante melhor, está quente...
Ela sorriu.
- Claro que está quente, meu tonto... e então... diz-me... já pensaste?
Ele permaneceu em silêncio, deixando a mão deslizar sobre a pele branca. Que sensação estranha aquela – estranha e suave, como feltro, como musgo verde de primavera.
- Já... já pensei – disse finalmente – mas não te parece que ainda é demasiado cedo para pensarmos nisso? Ainda nem tens...
- A certeza? – atalhou ela de imediato – claro que tenho a certeza.... uma mulher sabe, meu querido, uma mulher sabe sempre...
 
Ele emoldurou-lhe o rosto num olhar terno, dedicado. Sentiu por momentos que todas as palavras eram desnecessárias, superfluas.
- Gostava que se chamasse ... Artur, como o avô... se for rapaz.
- Artur?... É um nome bonito... e se for rapariga?
- Rapariga? Talvez Bianca... como a filha daquela tua amiga, sabes? Aquela que teve gémeas...
Ela procurou-lhe a mão, entrelaçando os dedos nos dele.
- Tens bom gosto para nomes...
 
Permaneceram mudos, perdidos num mar de sonhos, cada vez mais perto de se cumprir.
Finalmente, foi ela que rompeu o silêncio.
 
- Fazem um contraste bonito, não fazem?
 
Olhava para as mãos entrelaçadas, pousadas ainda sobre a barriga. A dela, de pele muito branca, a dele escura como ébano.
 
Ele beijou-lhe os olhos ao de leve.
 
- Fazem... fazem sim... e tenho a certeza que a Bianca ou o Artur, qualquer que seja a cor... será a criança mais linda do mundo.... tenho a certeza.

 

publicado por entremares às 08:36
link do post | comentar | favorito
|
18 comentários:
De Sara a 25 de Outubro de 2009 às 10:10
uma criança nascida de um acto de amor tão terno, profundo e intenso... é e será sem dúvida uma criança linda! Uma criança é sempre linda! Pelo menos para mim, seja qual for a sua cidadania, etnia , origem cultural... por mais "peste" que seja e faça "30 por uma linha" será sempre linda... quantas vezes nos queremos zangar e manter um ar sério ao ralhar... mas não o conseguimos fazer pois acabamos por "derreter" perante os seus olhos queridos, meigos e inocentes!

Desejo-te um Bom Domingo.
Sara
De entremares a 25 de Outubro de 2009 às 14:24
Oi, Sara... saudades de te ver por aqui...

Crianças?
Já desisti de tentar o tal " ar sério". Não consigo.
Vou todo direito e depois... bem, depois... derreto-me, é só.

E claro, fazem de nós o que querem...

Beijos
Rolando
De grifoplanante a 25 de Outubro de 2009 às 10:18
Bela história de amor para um Domingo cinzento e chuvoso.
Imagem perfeita pela suavidade que traduz.
Tudo de harmonia para esses oito meses restantes de uma gestação desejada de uma Blanca ou de um Artur.
Quem sabe se de um casal de gémeos...

Um abraço para o futuro...
De entremares a 25 de Outubro de 2009 às 14:26
Amigo João...

Lembraste-me daquela cumplicidade que também existe entre o fotógrafo e a borboleta.
As coisas completam-se... e só assim nasce o fruto desejado...

Um grande abraço
Rolando
De Regina d'Ávila a 25 de Outubro de 2009 às 14:08
Sim...claro...Adorei a idéia do João...
Casal de gêmeos...Uma linda Bianca, negra como a noite, com o olhar da mais bela estrela, para contrastar com o nome...Um forte Arthur, branco como a neve, com lindos olhos verdes, como um pinheiro de natal.
O amor quebrando barreiras, distancias, culturas, religião...
Sim....o amor consegue tudo.
Lindo o conto Rolando, como sempre...
Ótimo domingo,

Milhões de beijos,
Regina.
De entremares a 25 de Outubro de 2009 às 14:29
Oi, Regina...

Barreiras... dizes bem, barreiras. Um mundo cheio de barreiras.... e uma força imensa que é preciso descobrir, todos os dias, para as vencer.
É a distância, é a raça, é o credo, é a idade, é o preconceito, é tudo junto e tudo por separado, é a tradição, é o defeito, é a familia, é o mundo que nos cerca e rodeia.

E no meio de tudo... é a coragem.
E mais importante que tudo... é o Amor.

Um beijo imenso.
Rolando
De Paula Raposo a 25 de Outubro de 2009 às 15:29
Claro que sim...as crianças frutos do amor são sempre lindas!!
Beijos.
De entremares a 26 de Outubro de 2009 às 07:33
Oi, Paula...

Como tens razão.... e nem é preciso dizer mais nada...

Beijos
Rolando
De Anónimo a 25 de Outubro de 2009 às 17:12
É O AMOR...
ELE NÃO VÊ A COR... VÊ CORAÇÃO...
BEIJOS, ROLANDO
ATÉ...
De GISLENE a 25 de Outubro de 2009 às 17:15
ESSE ANÔNIMO AÍ DE CIMA SOU EU...
APERTEI O BOTÃO SEM DIZER O NOME...
BEIJOS,
GISLENE.
De entremares a 26 de Outubro de 2009 às 07:34
Olá, Gislene quase anónima...

:)

O amor é assim, não é?
Barreiras, sobressaltos, diferenças... tudo desaparece.

Beijos
Rolando
De Jorge Soares a 25 de Outubro de 2009 às 19:47
Ai Rolando.... teimas em me lembrar a minha casa arco iris....

Gostei, como é belo o mundo pela tua pena!

Abraço e boa semana

Jorge Soares
De entremares a 26 de Outubro de 2009 às 07:35
Amigo Jorge...

Que o mundo seja como a tua casa.
Arco-iris.
Vou continuar a lutar por isso...

Um grande abraço.
Rolando
De Existe um Olhar a 25 de Outubro de 2009 às 19:48
Olá Rolando
Não consigo avaliar o que mais me encantou no que escreveste...
Terão sido as mãos entrelaçadas?... a diferente cor de pele, que não é impedimento para o amor?...as palavras que ficaram por dizer?...ou a serenidade de um momento mágico?
O melhor é não tentar separar o que é inseparável...a ternura, a partilha, a felicidade, o carinho...tudo emoções que se vivem quando se lê um texto tão bonito como este.
Beijos
Manu
De entremares a 26 de Outubro de 2009 às 07:38
Manu...

Há coisas que não dá para "separar"... é verdade.
Vou continuar a acreditar que para cada problema, existe sempre uma solução... que as diferenças podem unir... e nem sempre separar.

Quero continuar a acreditar nisso.
Porque vale a pena.

Beijos
Rolando
De lis a 25 de Outubro de 2009 às 23:02
Oi Rolando
Espera gostosa essa , a resposta do amor, o presente.
E as cores jun tas , entrelaçadas sao perfeitas. O coração é quem manda!
Obrigada,sempre pela beleza dos contos.
Boa semana, e que a paz de Elvas venha também pro Rio de Janeiro! precisamos tanto!
Abços
De entremares a 26 de Outubro de 2009 às 07:39
Oi, Lis...

Sim.... que tenhas paz por aí também. Que esse teu Rio maravilhoso possa ser maravilhoso em muitos mais aspectos do que aqueles que são o postal, a fotografia.

Também desejo isso, e muito.

Beijos.
Rolando
De Bianca Paula a 26 de Outubro de 2009 às 17:28
Se depender do nome tenho certeza´´ que a Bianca ou o Artur, qualquer que seja a cor... será a criança mais linda do mundo.... tenho a certeza´´....rsrsrsrs...Está muito bonito o blog !!!...Adorei a escolha dos nomes..rsrsrsrs.... beijos

Comentar post

.mais sobre mim

.BlogGincana


.Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. O unicórnio branco

. Nascer de novo

. Noites de lua nova

. Perguntas e Respostas

. Roby, o rei leão

. Onde mora o paraíso?

. Sinais

. Um novo destino

. O profeta

. Ele e Ela

. As doze badaladas

. O salto da alma nua

. O rei morreu... Viva o re...

. Blog Gincana - Novembro

. A dúvida humana

.

. João e o Mestre

. Aniversário

. E depois do adeus

. A pimenta do amor

. O que fazer?

. Sem título

. A mulher invisível

. A escolha dos anjos

. Os amantes

. A Dama do Outono

. Um pedido

. Simplesmente Eugénio

. Carmen Miranda

. A decisão

.arquivos

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

.Os ouvintes das histórias

online

.links

.as minhas fotos

.Nº de Navegadores

Get a free html hit counter here.

.Google

.Quem navega...

Locations of visitors to this page

.Gazeta dos Blogueiros

Gazeta dos Blogueiros
blogs SAPO

.subscrever feeds