Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009

Mina

 

 

Mina.
Simplesmente assim. Mina.
 
Ficou a olhar para a fotografia, no écran do computador.
Mina. Nove anos e um olhar impossível de ignorar.
Na testa, a tradicional marca vermelha, o “tilak”, rodeado de pequenos grãos de arroz, lembrava a ascendência hindu. O nariz, já perfurado pelo primeiro brinco de ouro, assinalava a sua idade. Talvez nem fosse a idade verdadeira.
Mas o que mais chamava a atenção... eram sem dúvida os olhos, uns olhos enormes de ébano, que rasgavam a distância e inundavam todo o espaço à sua volta de uma presença especial, indefinivel.
 
Rajastha Laskni batia com a ponta da caneta sobre o tampo da mesa, num tique nervoso que sempre teimava em se manifestar, principalmente em ocasiões como aquela, em que precisava de tomar uma decisão.
Dezoito meses. Um ano e meio de esforços, de jogos de gato e rato, de noites mal dormidas, de estudo, de planeamento. Dezoito meses de trabalho que poderiam terminar já ali, consoante o que decidisse.
Olhou para a meia de rostos à sua volta, expectantes. Todos aguardavam a sua decisão.
Do computador, o olhar da pequena MIna continuava a espalhar-se pela sala, como um aroma. Impossível não reparar.
 
- Chefe... o tempo urge. Precisa de decidir... – lá avançou finalmente um dos homens.
 
 Rajastha Laskni abriu a segunda gaveta da secretaria e de lá retirou uma pequena arma, colocando-a sobre o tampo da mesa.
 
- Já decidi... vamos apanhar esse monstro. Hoje e agora mesmo. Vamos.
Levantou-se da cadeira e acompanhou os seus agentes rumo à saída. Ainda não conheciam os cabecilhas da organização.... mas já conheciam alguns nomes, algumas moradas, meia dúzia de contactos. E mesmo que isso significasse deitar a perder o trabalho infiltrado de ano e meio de investigações policiais... Mina não seria mais uma vítima daquele monstro.
Não... naquele dia, não.
 
Saíram porta fora, sabendo de antemão o que os esperava.
 
Sobre a secretária, o écran do computador continuou ligado, a fotografia de Mina observando a sala vazia. Por baixo da foto, podia ler-se em letras maiúsculas:
 
NOME: MINA
IDADE: 9 ANOS
ESTADO: VIRGEM
PREÇO BASE: 1.000€
TEMPO PARA LICITAÇÕES: 2 HORAS
PRAZO DE ENTREGA: IMEDIATO
 

 

publicado por entremares às 10:04
link do post | comentar | favorito
|
24 comentários:
De Paula Raposo a 3 de Setembro de 2009 às 11:02
Isto horroriza-me. Arrepiei-me. Beijos.
De entremares a 3 de Setembro de 2009 às 11:09
Oi, Paula...
Imagino que sim.

Se puderes, vê o filme " TRADE " com o Kevin Kline.
Toda a gente devia ver, a ver se acorda.

Beijos.
Rolando
De Graça Pires a 3 de Setembro de 2009 às 12:06
"um olhar impossível de ignorar."
E impossível não ficar perturbada com estas coisas que acontecem todos os dias. E todos os dias nos chocam. E todos os dias nos sentimos impotentes para acabar com elas.
Um beijo.
De entremares a 3 de Setembro de 2009 às 13:26
Olá Graça.

É verdade. É terrível... mas é verdade. E todos temos que despertar ... porque só despertos se poderá fazer algo.

Beijo
Rolando
De DyDa/Flordeliz a 3 de Setembro de 2009 às 12:09
Eu gostava que fosse assim:
" Mina não seria mais uma vítima daquele monstro."
Nem ela, nem outra(o) merece ser escrava(o) ou propriedade.
No entanto não pensamos todos da mesma maneira.
Que bom seria que todas as estórias pudessem ter: "Um final feliz!"
Bom resto de dia -
De entremares a 3 de Setembro de 2009 às 13:28
Flordeliz...

Também eu gostava de aqui colocar um final feliz. Espero que todos os dias, algumas " Mina " possam ir começando a ter o seu final feliz...

Beijo
Rolando
De Jorge Soares a 3 de Setembro de 2009 às 12:17
Por vezes esquecemos que existem outros mundos para além daqueles que conhecemos.. arrepiante!

Abraço
Jorge Soares
De entremares a 3 de Setembro de 2009 às 13:29
Tens razão, Jorge, existem outros mundos...

E às vezes damos importância excessiva a pequenos pormenores que na realidade... não valem nada, quando comparados com outros...

Um abraço.
Rolando
De Regina d'Ávila a 3 de Setembro de 2009 às 12:35
Que horror!!!
As vezes nem acreditamos que isso possa existir...
Mas..infelizmente...
Me fere a alma quando vejo, leio ou escuto, algo contra crianças..
Gosto quando a história termina com "e viveram felizes para sempre"...
Que história triste...
E, agora, não dá mais para esquecer o que li...
Que tristeza....
Não dá...
Grrrr ...
De entremares a 3 de Setembro de 2009 às 13:30
Regina...

Todos mandamos um abraço apertado à Mina. Por mim, por ti, por todos.

Eu sei que mesmo lá longe, ela vai receber...

Um beijo.
Rolando
De Existe um Olhar a 3 de Setembro de 2009 às 15:27
Quando por vezes pensamos que estamos cheios de problemas, de vez em quando ficamos a conhecer casos como este, que nos despertam e nos fazem pensar , que afinal, apenas temos contratempos.
Comovente esta história Rolando e infelizmente temos de pensar que esta pode não ser fruto da tua imaginação, mas uma dura realidade.
Beijos
Manu
De entremares a 3 de Setembro de 2009 às 16:17
Manu... tenho certeza que esta é a realidade, infelizmente. Se conseguires arranjar o filme " TRADE ", com o Kevin Kline... muitas histórias semelhantes saltam aos olhos... e precisam de ser conhecidas.

Beijos
Rolando
De Óscarito a 3 de Setembro de 2009 às 16:03
E isto acontece a cada dia que passa!
Penso:
>que raio de gente é esta para quem uma vida vale o mesmo que mil euros, quando não menos!
>que gente é esta que vende as suas crianças como se fossem objectos!
>que gente é esta que raptam, matam e negoceiam vidas justificando os seus actos com desígnios intemporais (Alá e Deus têm costas tão largas como o universo), ou objectivos de independência sem perceberem que nunca serão livres!
>que gente é esta que compra crianças?
E tanto mais se pode dizer...
Infelizmente, este como tantos outros assuntos, não são prioritários daqueles que têm poder e possibilidades para os eliminar!
Termino aqui o que seria um comentário sem fim...
Abraço/Óscar
De entremares a 3 de Setembro de 2009 às 16:19
E podes continuar, Óscar, podes continuar...

É tudo isso e muito mais, tenho a certeza.
É revoltante, para só expressar a primeira palavra que me surge.

Um abraço.
Rolando
De Najla a 3 de Setembro de 2009 às 16:56
O pior de tudo é que este texto encaixa em tantas, mas tantas realidades....

Um beijo
De entremares a 3 de Setembro de 2009 às 18:01
Encaixa sim, Najla...

Apontei o nome daquele filme, do Trade... porque a realidade às vezes cerca-nos... e nós nem nos apercebemos. Pensamos que é mentira, que é um exagero.

Beijos
Rolando
De lis a 3 de Setembro de 2009 às 18:02
Que triste! me deu dor de cabeça !, Rolando.
Fico indgnada com esses monstros !
. E pensar nas netas que tenho ,me enche de medo.Porque nao consigo pensar que é lá longe, nao vai acontecer comigo, mas aconteceu com a Mina, uma criança como as minhas.É o mesmo sentimento de desprezo por toda essa falta de amor., é toda angustia por nao poder fazer nada, só indgnar-se é pouco!
Vou aguardar um conto mais feliz, tá?
Beijinhos
De entremares a 3 de Setembro de 2009 às 19:01
Lis... que te posso eu dizer?

Depois de ver certas noticias, o filme, saber de casos reais... foi isto que quis sair da ponta dos dedos. Gostava que tivesse um final feliz, mas a realidade, mesmo lá longe, nem sempre é assim, pois não?

Beijos.
Rolando
De Náhira Brunelle a 3 de Setembro de 2009 às 18:11
Gente que absurdo!
CAda lugar uma nova cutura, um novo costume, um novo absurdo!
Aonde esse mundo vai parar?
De entremares a 3 de Setembro de 2009 às 19:02
Olá Náhira...

Nem sei... onde vai parar. Só sei que tem gente que não merece o ar que respira... e isto é o mínimo que se pode dizer...

Um beijo.
Rolando

Comentar post

.mais sobre mim

.BlogGincana


.Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. O unicórnio branco

. Nascer de novo

. Noites de lua nova

. Perguntas e Respostas

. Roby, o rei leão

. Onde mora o paraíso?

. Sinais

. Um novo destino

. O profeta

. Ele e Ela

. As doze badaladas

. O salto da alma nua

. O rei morreu... Viva o re...

. Blog Gincana - Novembro

. A dúvida humana

.

. João e o Mestre

. Aniversário

. E depois do adeus

. A pimenta do amor

. O que fazer?

. Sem título

. A mulher invisível

. A escolha dos anjos

. Os amantes

. A Dama do Outono

. Um pedido

. Simplesmente Eugénio

. Carmen Miranda

. A decisão

.arquivos

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

.Os ouvintes das histórias

online

.links

.as minhas fotos

.Nº de Navegadores

Get a free html hit counter here.

.Google

.Quem navega...

Locations of visitors to this page

.Gazeta dos Blogueiros

Gazeta dos Blogueiros
blogs SAPO

.subscrever feeds