Sexta-feira, 14 de Agosto de 2009

A Tulipa

 

Ele:    Uma flor, para mim?
Ela:    Desculpa… isto não é uma flor! É uma tulipa…
Ele:    Eu sei… eu sei o que são tulipas, obrigado. Não estava espantado por isso…
Ela:    Então… porque estás espantado?
Ele:    Ora, tu sabes… sou eu que te ofereço flores… isto hoje está assim a modos que ao contrário…
Ela:    E então? Apeteceu-me, foi só…
Ele:    Não é nenhum aniversário de que eu me tenha esquecido, pois não?
Ela:    Claro que não, não te preocupes. Foi só que quando acordei… olhei para o lado e tu estavas a dormir… e a sorrir ao mesmo tempo. Achei piada…
Ele:    Mas não me acordaste…
Ela:    Claro que não. Levantei-me, fui tomar um café… e comprar a flor…
 
( Silêncio )
 
Ele:    Tu andas a estragar-me com mimos, sabias?
Ela:    Ora… que queres que faça? Deve ser a tal ternura dos quarenta…
 

 

publicado por entremares às 15:59
link do post | comentar | favorito
|
22 comentários:
De Patrícia B. a 14 de Agosto de 2009 às 16:53
Que espanto!
Á primeira frase tinha um só sorriso, à última toda eu sorria. Como adorei lêr aquele diálogo, aquela história de irmãos; fez-me tanto sentido!
Adoro histórias, quando elas me transportam para qualquer sítio, enquanto te lia, enquanto sorria estava também eu lá, a empurrar a irmãzinha corajosa!

Quem tem boas plantações colhe a ternura a qualquer idade, nem só aos 40 =) Gosto destas pequenas coisas, destes pequenos gestos, que fazem tanta diferença! Que lindo de se lêr!

Sorrisos!
De entremares a 14 de Agosto de 2009 às 17:09
Oi, Patricia, obrigado pela visita...
Senta-se aqui no jardim do entremares.
Aceitas um café?

Um óptimo fim de semana para ti.
De Existe um Olhar a 14 de Agosto de 2009 às 19:40
São pequenos gestos como o que descreves, que tornam a vida mais doce.
Passe o tempo que passar, a tulipa nunca mais sairá da memória de quem a recebeu.
Se todos tivessemos a capacidade de surpreender, o mundo seria bem mais alegre.
Que tenhas muitas surpresas boas neste fim de semana, Rolando.
Beijos
Manu
De entremares a 15 de Agosto de 2009 às 11:15
Oi, Manu.
É verdade... a tulipa nunca mais sai da memória de quem a recebe... e só prova que não são as coisas caras, as mais elaboradas, as mais sofisticadas... que chamam a atenção e cativam um cantinho especial nas nossas memórias...

Vou deixar hoje estas paragens, volto para o meu alentejo quentinho...

Um óptimo fim de semana para ti.
Beijos.
Rolando
De Maria, Simplesmente a 14 de Agosto de 2009 às 19:54
Maravilha o que me enviou. Obrigada, adorei!
Apareça quando lhe apetecer que eu fico contente,
Bom fim de semana
Maria
De entremares a 15 de Agosto de 2009 às 11:16
Olá Maria ( simplesmente )...
Fico feliz que tenhas gostado... eu também gostei, e muito.
Volta quando quiseres.

Um óptimo fim de semana...
De Violeta a 14 de Agosto de 2009 às 19:59
gostei...amei o texto qe me deixas-te no blog... mesmo mesmo original...

obrigada..


beijo solto
De entremares a 15 de Agosto de 2009 às 11:18
Violeta, obrigado pela simpatia...
Foi só uma pequena história que achei que vinha a propósito do que costumas escrever...

Beijos.
De Regina d'Ávila a 14 de Agosto de 2009 às 20:29
Amigo, você sempre me surpreendendo...AMO tulipa..
Queria ser esta a ganhar tal mimo...Farei assim, vou imaginar que esta linda tulipa amarela me foi enviada, pode ser? Então só tenho a agradecer.. Obrigadaaaaaaa !!!
Sou imensamente feliz em ter seus textos nos meus comentários...são sempre atenciosos, verdadeiros, gentis....
Continue assim, sempre, pois você é muito especial.
Super beijosssssssssss
Lindo fim de semana!!!
De entremares a 15 de Agosto de 2009 às 11:21
Oi Regina,
Sou eu que fico feliz, por todas as suas visitas e comentários. Fico feliz que se sinta bem aqui, que se reveja nas histórias, que partilhe os gostos que aqui vou deixando.

Fico feliz ( muito ) que goste de tulipas ...

Beijos.
Rolando
De lis a 15 de Agosto de 2009 às 03:58
Enquanto ia lendo lembrava dos dialógos do Pequeno Principe, sempre as voltas com a flor ,e em um dos momen tos ele se mostra desapontado porque a flor tinha dito ser única e eis que havia encontrado milhares da mesma espécie no jardim.
Aqui, ele também desapontado, preocupado, encabulado, com os mimos dela. Fingindo-se ,talvez ,pra ganhar mais carinhos., alem da tulipa, rsrs
E,por falar em desapontamento, naturalmente ,lendo os comentários daqui percebo que o "pequeno principe" costuma visitar as amigas blogueiras, mas só me lembro de te-lo visto uma vez lá pelas minhas bandas, rsrsrs. (.posso fazer como a flor do livro, começar a tossir, simular morrer) hehehehe. Brincadeirinhas aparte, o livro é muito bom mesmo e o seu dialogo idem.
Abraços, bom descanso
De entremares a 15 de Agosto de 2009 às 11:24
Lis.... tens toda a razão, apesar de eu ter uma desculpa esfarrapada para me justificar. Tenho escrito noutro portátil ( o meu deu-lhe uma coisa ruim... ) e não fiquei com uma cópia dos endereços favoritos... e então vou refazendo essa lista com os links... mas você nunca ´pôe o link em " Lis" ... e então não consigo agora voltar ao seu cantinho...

Pôe um link, está bem?

Beijos.
Rolando
De JOTA ENE a 15 de Agosto de 2009 às 13:22
ººº

Adoro oferecer tulipas, faço mal?

Bjos e bom f-d-s !!
De JOTA ENE a 15 de Agosto de 2009 às 13:26
UMA CORREÇÃO

Óbviamente não é beijos mas, FORTE ABRAÇO !!

Acontece... será talvez um bjo de respeito, como o meu filho (já homem) me dá.

PS - Desculpa Rolando, não volta a acontecer
De entremares a 15 de Agosto de 2009 às 19:40
Oi, Jota Ene...

Meu caro, vamos fazer assim: Você distribui os beijos por nossas amigas blogueiras e eu fico com o abraço.

:)

Obrigado pela visita.
Um óptimo fim de semana ( Já me ri bastante )
Rolando
De Maria, Simplesmente a 15 de Agosto de 2009 às 18:39
Os homens deviam estar sempre nos... quarenta!
Depois volto
Maria
De Maria, Simplesmente a 15 de Agosto de 2009 às 18:48
Mas... é mais um?
Este "entremares" parece-me que tem que se lhe diga!
Ou eu estou muito enganada?
Eu volto...
De mfc a 15 de Agosto de 2009 às 19:58
Hoje também ofereci uma flor (silvestre) à minha mulher.
Estes diálogos despreocupados são muito bonitos.
De entremares a 15 de Agosto de 2009 às 20:13
Olá, mfc...

Flores silvestres... aquelas coisas que já não se encontram nas cidades... os malmequeres, o jasmim, as violetas, as papoilas... tantas, tantas...

Obrigado pela visita.
Um óptimo fim de semana

Comentar post

.mais sobre mim

.BlogGincana


.Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. O unicórnio branco

. Nascer de novo

. Noites de lua nova

. Perguntas e Respostas

. Roby, o rei leão

. Onde mora o paraíso?

. Sinais

. Um novo destino

. O profeta

. Ele e Ela

. As doze badaladas

. O salto da alma nua

. O rei morreu... Viva o re...

. Blog Gincana - Novembro

. A dúvida humana

.

. João e o Mestre

. Aniversário

. E depois do adeus

. A pimenta do amor

. O que fazer?

. Sem título

. A mulher invisível

. A escolha dos anjos

. Os amantes

. A Dama do Outono

. Um pedido

. Simplesmente Eugénio

. Carmen Miranda

. A decisão

.arquivos

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

.Os ouvintes das histórias

online

.links

.as minhas fotos

.Nº de Navegadores

Get a free html hit counter here.

.Google

.Quem navega...

Locations of visitors to this page

.Gazeta dos Blogueiros

Gazeta dos Blogueiros
blogs SAPO

.subscrever feeds