Segunda-feira, 20 de Julho de 2009

Era uma vez um Mestre...

 

Certo dia, um Mestre foi confrontado com um recém-chegado, um rapaz novo, de olhos brilhantes e curiosos, que se chegou a lhe perguntou:
- Mestre... achas que eu já tenho idade suficiente para ser um Mestre?
O Mestre olhou para ele e não pode deixar de sorrrir.
- Mas é evidente que sim... só cada um pode saber... se já tem a idade certa, ou não...
O recém-chegado ficou a olhar para O Mestre, a tentar compreender se acabara de ouvir um “Sim” ou um “Não”.
- É que... todos dizem que sou muito novo... – insistiu.
O Mestre esboçou um sorriso de espanto.
- Não ligues ao que os outros dizem... – disse-lhe então O Mestre – excepto se eles estiverem com a razão, é claro... e a propósito, um Mestre sabe sempre a resposta certa, não é verdade?
- É claro que sim, Mestre. Por isso lhe perguntei se eu já tinha idade suficiente.
O Mestre olhou-o bem nos olhos e colocou-lhe a mão sobre os ombros.
- Claro, claro... mas olha... não achas que... mal tenhas o espírito necessário para ser um Mestre... tu próprio serás o primeiro a descobrir a resposta... para o que me estás agora a perguntar?

 

publicado por entremares às 09:28
link do post | comentar | favorito
|
26 comentários:
De Existe um Olhar a 20 de Julho de 2009 às 10:15
Aqui está um texto que me deixou a pensar.
Tenho conhecido algumas pessoas a quem chamo mestres, no entanto eles próprios nem sabem que o são, é a sua conduta, a sabedoria das suas palavras e acções que os tornam aos olhos do mundo verdadeiros mestres.
Boa semana
Beijos
Manu
De entremares a 20 de Julho de 2009 às 10:22
É verdade, Manu... os Mestres são o que são... sem precisarem de "certificados"...
E a idade pode dar muitas coisas... mas não dá seguramente entrada directa para a categoria de "Mestre"...

Beijos.
Uma óptima semana para ti.
Rolando
De Rach a 20 de Julho de 2009 às 10:57
invoca o japão, e isso é o melhor que se pode dizer de qualquer história que tenha algo para nos ensinar.
adoro este cantinho, vou definitvamente voltar.
ah! e obrigada pela visita :) serás sempre bem-vindo
De entremares a 20 de Julho de 2009 às 16:58
Obrigado, Rach, pela visita.

Ainda bem que este pequeno canto te conseguiu transmitir " coisas boas"...


Volta sempre.
De Rach a 20 de Julho de 2009 às 18:31
não tens de pedir autorização para bisbilhotar nada, eu fiz o mesmo no teu cantinho ;p
não quando cada visita tua traz palavras tão bonitas e capazes de completar as minhas notas :)
De Jorge Soares a 20 de Julho de 2009 às 11:31
Aqui está uma historia que deveríamos dar a ler a muita gente.

Abraço
Jorge Soares
De entremares a 20 de Julho de 2009 às 16:59
Oh, Jorge.... até imagino algumas das pessoas em que estás a pensar.
Mas sabes, creio que muitos imaginam que já nasceram mestres...

Um abraço
De Paula Raposo a 20 de Julho de 2009 às 11:53
A resposta do Mestre! Beijos.
De entremares a 20 de Julho de 2009 às 17:00
Às vezes as perguntas já trazem a resposta bem clara, não é verdade?

Beijos.
Uma boa semana
De Óscarito a 20 de Julho de 2009 às 15:29
É certo que mestres há muitos; mas poucos os que verdadeiramente o são!
Abraço/Oscar.
De entremares a 20 de Julho de 2009 às 17:02
E como fazes para os distinguir, Óscar?
Qual o segredo?
Qual o truque?

Como se revelam?

Um abraço.
De GiGi a 20 de Julho de 2009 às 15:54
"Certo dia, o mestre estava a varrer o mosteiro, quando um jovem visitante aproximou-se e perguntou:

- Oh, mestre... Tu, que és grande e sabe de todas as coisas... Dize-me, como acumula tanto pó em teu quintal?"

- Ele vem lá de fora."

^^
De entremares a 20 de Julho de 2009 às 17:03
GiGi... como te responder?
Não vivemos numa redoma de vidro... teremos sempre pó, seremos sempre contagiados pelo pó dos outros...

Beijos.
De Regina d'Ávila a 20 de Julho de 2009 às 16:37
Muitas vezes sabemos a resposta, no momento da pergunta..só queremos que alguém confirme nossas "certezas" ou esperamos um elogio, para que nosso "ego" se sinta maior..
E as vezes.. kkkk a resposta é totalmente contrária..e caímos do cavalo"..hahaha
Linda semana para você,
Beijos carinhosos..
De entremares a 20 de Julho de 2009 às 17:05
Oh, Regina... já senti isso, creio que talvez todos já o tenhamos sentido... O receio de não acreditarmos o suficiente em nós próprios e precisarmos de um ... empurrão.

Quem nos colocou tanto medo na cabeça?

Beijos.
Rolando
De carla sofia a 20 de Julho de 2009 às 18:32
pois... o mestre não tem dúvidas.
beijinhos
De entremares a 20 de Julho de 2009 às 20:28
Oi, Carla

Será que não tem? O Mestre não poderá ter dúvidas?
Eu acho que tem...
Nunca será possível saber tudo...

Beijos.
Uma boa semana de trabalhos/férias...
De Náhira Brunelle a 20 de Julho de 2009 às 20:05
"- Não ligues ao que os outros dizem... – disse-lhe então O Mestre – excepto se eles estiverem com a razão, é claro..."

Algumas pessoas dão muito valor ao que os outros dizem/pensam... Sem nem ao menos perceber que o importante é o que a gente pensa.
Há perguntas na nossa cabeça, que apenas nós mesmos temos a devida sabedoria de respondê-las.

Adorei o texto!
beijooo
De entremares a 20 de Julho de 2009 às 20:30
Oi, Náhira

Nós seremos sempre os nossos melhores juizes, não é verdade?
Só basta querermos...

Beijos.
Volta sempre.
Estás em tua casa.
De Claudia a 21 de Julho de 2009 às 02:09
bonita história, gostei. (a da 'Chave da Noiva').
De entremares a 21 de Julho de 2009 às 08:44
Oi, Claudia...
Obrigado por teres vindo espreitar este cantinho.... e a chave da noiva ter alguma coisa a fazer lembrar o teu post...

Volta sempre.

Comentar post

.mais sobre mim

.BlogGincana


.Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. O unicórnio branco

. Nascer de novo

. Noites de lua nova

. Perguntas e Respostas

. Roby, o rei leão

. Onde mora o paraíso?

. Sinais

. Um novo destino

. O profeta

. Ele e Ela

. As doze badaladas

. O salto da alma nua

. O rei morreu... Viva o re...

. Blog Gincana - Novembro

. A dúvida humana

.

. João e o Mestre

. Aniversário

. E depois do adeus

. A pimenta do amor

. O que fazer?

. Sem título

. A mulher invisível

. A escolha dos anjos

. Os amantes

. A Dama do Outono

. Um pedido

. Simplesmente Eugénio

. Carmen Miranda

. A decisão

.arquivos

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

.Os ouvintes das histórias

online

.links

.as minhas fotos

.Nº de Navegadores

Get a free html hit counter here.

.Google

.Quem navega...

Locations of visitors to this page

.Gazeta dos Blogueiros

Gazeta dos Blogueiros
blogs SAPO

.subscrever feeds