Quinta-feira, 7 de Maio de 2009

O inquérito da Felicidade

 

“Considera-se uma pessoa feliz?”
Hum… como primeira questão de um inquérito, a coisa promete. Isto de ser feliz tem que se lhe diga… mas pronto, vamos lá colocar uma cruzinha no “sim, medianamente feliz”.
 
“Considera a sua vida familiar harmoniosa?”
Bem… depende do significado de … harmoniosa. Se estiver implícito que de vez em quando todos temos o direito de arranjar uma pequena briga, mais que não seja porque a filha adolescente chegou demasiado tarde a casa… então é claro que sim. Mas que pergunta tão vaga… vamos lá colocar a cruzinha no “ de um modo geral, sim”.
 
“ Mantem o seu posto de trabalho há mais de cinco anos?”
Felizmente, posso responder que sim.
 
“Profissionalmente, foi promovido ou transitou para um escalão hierárquico superior, nos últimos dois anos ?”
Que pergunta… suponho que quem imaginou este inquérito não sabe o que é ser funcionário público; ou será que copiaram estas questões de outro inquérito ? Provavelmente…. Bem, vamos lá colocar a cruzinha aqui no quadradinho do não.
 
“Considera a sua remuneração adequada ao tipo de trabalho que desempenha ?”
Só podem estar a brincar… mas quem é que fez estas perguntas, estarão a viver no mundo da lua, ou quê ? Então temos a média de salários mais baixa de toda a Europa e ainda por cima querem saber… se estamos felizes com isso ? Eu já lhes digo… cruzinha no não, descaradamente.
 
“Gostava de trocar de viatura com uma frequência maior à actual?”
Ora bem… finalmente uma questão que eu percebo. Pois é claro que gostava, vamos lá colocar aqui a cruzinha no sim…
 
“Já se sentiu, durante o último ano, deprimido ou pessimista em relação ao futuro?”
Como é que adivinharam ? Não é preciso ser vidente para saber a resposta a esta questão. Aliás… que tipo de tratamento irão eles dar a estas respostas ? Gostava bastante de saber… mas vá lá, vamos lá aqui responder que sim ao pessimismo…
 
“ Numa escala de 0 a 10, como classificaria o seu estado de felicidade actual?”
Olha, olha… pergunta engraçada… vamos lá a pensar… se o 10 é a felicidade suprema… o 0 deve ser o cúmulo da pobreza, da doença, dessas coisas todas, que tragédia… bom… vamos lá colocar aqui um 7… pensando bem, a vida não são só tristezas…
 
“ Numa escala de 0 a 10, como classificaria o seu estado de felicidade, há dois anos atrás ?
Olha que pergunta idiota… qual é a finalidade disto ? Se é só para perceberem que existe uma coisa chamada crise, então está bem, vamos lá colocar a cruzinha aqui no 8… mas continuo a não ver a lógica de pergunta tão disparatada…
 
“Considera-se uma pessoa religiosa?”
Para que querem eles saber isso ? Julguei que o inquérito pretendia classificar o grau de felicidade das pessoas… agora também querem obter dados estatísticos sobre a religião ?
Hum… vamos lá responder que sim… acho que sou religioso…
 
“Considera-se uma pessoa política?”
Cruzes… é que nem pensem nisso… estou farto de política até à raiz dos cabelos… e dos políticos, ainda mais. Portanto, um não descarado a esta…
 
“ Já tomou, nos últimos dois anos, algum medicamento receitado pelo seu médico, de natureza anti-depressiva ?”
Parece uma daquelas perguntas dos seguros de saúde… você é um tipo saudável, blá-blá-blá… o que andei eu a tomar ? será que aqueles comprimidos da falta de apetite também contam ? Ou os da insónia, quando o ar condicionado avariou, e ninguém conseguia dormir lá em casa, por causa do calor ? É melhor responder que sim…
 
“ Última pergunta: Se lhe dissessem que mais de 90% da população se sente triste, infeliz e pessimista com a actual situação económica do país, acreditava ou não ?”
Se me dissessem… pois é claro que acreditava… aliás, os únicos que não devem andar infelizes…. Só se forem mesmo os políticos, que esses não precisam de contar os tostões ao fim do mês… portanto, é claro que sim, claro que acredito, a percentagem até deve ser maior…
 
Noticia de última hora: Segundo o prestigiado jornal inglês “ The Real Observer”, uma sondagem de fundo realizada no nosso país, a mais de 2000 cidadãos, revelou uma conclusão deveras preocupante; mais de 95% da população considera-se infeliz e extremamente pessimista em relação ao futuro. Com efeito, a grande maioria dos inquiridos reconhece ser hoje mais infeliz do que era há dois anos atrás, tendo desenvolvido problemas crónicas como problemas de sono ou de falta de apetite. Uma elevada percentagem tem ainda recorrido, no mesmo espaço de tempo, ao uso de anti-depressivos, como forma de aliviar o “stress” de carreiras profissionais frustadas, sem progressão nem promoções, onde o trabalho desempenhado nunca é justamente recompensado. O inquérito revela ainda que a vida familiar reflecte esta insatisfação, não conseguindo as famílias já manter o nível de bem-estar económico anteriormente alcançado. Um exemplo é o parque automóvel, a envelhecer cada vez mais, pela incapacidade das famílias em adquirir ou substituir as suas viaturas. De igual modo, os inquiridos manifestam o seu afastamento da politica, considerando que é uma perda de tempo.E, finalmente, apesar do sol, apesar da segurança, apesar do clima excepcional de que dispomos… os portugueses já só se consideram “medianamente felizes”.
Dados preocupantes, certamente, perante este cenário traçado por uma grande sondagem efectuada pelo prestigiado jornal inglês “ The real Observer”
 
Nota: E agora, pergunto eu – o que me dizem vocês disto ? Qual é a moral da história ?
 
 
 

 

publicado por entremares às 19:35
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Sofia a 8 de Maio de 2009 às 12:50
Bem.. a minha avó paterna sempre me contou que na sua infancia e adolescência, uma sardinha dava para ela e para os outros 4 irmãos...

Dito isto, pergunto: estamos assim tão mal? A verdadeira felicidade passa pelo comodismo da vida?

Eu ficava triste/infeliz, sem saber como iria ser o meu futuro se perdesse um familiar, um amigo do peito... agora por não conseguir trocar de carro???

Mas compreendo esse pessimismo, não atravessamos um periodo fácil... e para alguns talvez seja bem dificil...

Fica bem


Comentar post

.mais sobre mim

.BlogGincana


.Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. O unicórnio branco

. Nascer de novo

. Noites de lua nova

. Perguntas e Respostas

. Roby, o rei leão

. Onde mora o paraíso?

. Sinais

. Um novo destino

. O profeta

. Ele e Ela

. As doze badaladas

. O salto da alma nua

. O rei morreu... Viva o re...

. Blog Gincana - Novembro

. A dúvida humana

.

. João e o Mestre

. Aniversário

. E depois do adeus

. A pimenta do amor

. O que fazer?

. Sem título

. A mulher invisível

. A escolha dos anjos

. Os amantes

. A Dama do Outono

. Um pedido

. Simplesmente Eugénio

. Carmen Miranda

. A decisão

.arquivos

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

.Os ouvintes das histórias

online

.links

.as minhas fotos

.Nº de Navegadores

Get a free html hit counter here.

.Google

.Quem navega...

Locations of visitors to this page

.Gazeta dos Blogueiros

Gazeta dos Blogueiros
blogs SAPO

.subscrever feeds