Sexta-feira, 23 de Janeiro de 2009

Romeu e Julieta

 

 
Cinzento claro como quase todos os burros, aquele burro não era excepção. Tinha o pelo claro, despenteado, uns grandes olhos castanhos e duas enormes orelhas, claro está. Ou não fosse ele um burro.
Mas este burro tinha ainda uma outra coisa, e essa sim, diferente, porque nem todos os burros a tinham. E o que era, o que era ?
Este burro estava apaixonado.
Enquanto roía umas ervas macias, junto ao lago, não tirava os olhos de cima do objecto do seu desejo, que, do outro lado das águas, agitava a cauda de mansinho, fingindo enxotar moscas invisíveis.
Ela, a burra dos seus desejos, tinha o pelo castanho claro, reluzente, uns olhos profundos e um queixo miudinho. Nunca vira mastigar ervas com tanta delicadeza como a sua amada. Nunca levantava a voz, e quando zurrava, até aos pássaros do campo a acompanhavam na sua melodia.
A natureza dava-lhe forças que ele nem suspeitava ter.
Ergueu o pescoço e gritou para ela, o mais alto que conseguiu.
- Vem ter comigo. Eu quero-te.
Assim, sem mais nem menos.
Ela levantou delicadamente a cabeça, piscou os olhos duas vezes daquele jeito que só ela sabia piscar, e sorriu-lhe.
- Eu também te quero. Vem tu ter comigo.
Claro que o burro não foi. E claro que a burra também não iria, afinal eles eram os dois burros e os burros são teimosos, aliás, são teimosos como burros.
Claro que também não se lembrariam de contornar a lagoa, mas isso já é uma outra história.
Neste momento, o burro precisava urgentemente de descobrir uma solução.
Pensou, pensou, coçou as orelhas e quando se sentia quase pronto para desistir, teve uma ideia:
- Já sei – gritou ele – já sei, já sei, já sei, oh como sou inteligente…
Ela enviou-lhe o mais terno dos seus sorrisos.
- Eu vou nadar até ao centro da lagoa…. E tu fazes a mesma coisa… assim podemos encontrar-nos no meio e seremos os dois felizes para sempre…
Ela, como qualquer burra que se preze, hesitou.
- Não sei… vou molhar-me, posso sujar as patas…
- Eu quero-te. – E zurrou o mais gentilmente que conseguiu.
Ela hesitou mais um pouco, mas finalmente cedeu.
Encaminharam-se os dois para a lagoa, olhos nos olhos, inebriados de felicidade.
Primeiro uma pata, depois a outra, até aos joelhos, aí vão eles… a água subindo, junto ao pescoço.
- Meu amor, meu amor… - zurrava ele – já falta pouco, já falta tão pouco…
Mais uns passos, e a água a subir, já passava do pescoço, chegava-lhes ao focinho.
O burro lembrou-se então de que se estavam a esquecer de qualquer coisa.
- Meu amor, meu amor … esqueci-me de te dizer… mas eu não sei nadar…
Ela sorriu-lhe embevecida, já quase com o focinho a tocar no dele.
- Eu tinha vergonha de te confessar, meu amor … eu também não sei…
Em conjunto, ainda zurraram uma última vez, enquanto os seus focinhos se tocavam de mansinho.
tags:
publicado por entremares às 13:11
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.BlogGincana


.Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. O unicórnio branco

. Nascer de novo

. Noites de lua nova

. Perguntas e Respostas

. Roby, o rei leão

. Onde mora o paraíso?

. Sinais

. Um novo destino

. O profeta

. Ele e Ela

. As doze badaladas

. O salto da alma nua

. O rei morreu... Viva o re...

. Blog Gincana - Novembro

. A dúvida humana

.

. João e o Mestre

. Aniversário

. E depois do adeus

. A pimenta do amor

. O que fazer?

. Sem título

. A mulher invisível

. A escolha dos anjos

. Os amantes

. A Dama do Outono

. Um pedido

. Simplesmente Eugénio

. Carmen Miranda

. A decisão

.arquivos

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

.Os ouvintes das histórias

online

.links

.as minhas fotos

.Nº de Navegadores

Get a free html hit counter here.

.Google

.Quem navega...

Locations of visitors to this page

.Gazeta dos Blogueiros

Gazeta dos Blogueiros
blogs SAPO

.subscrever feeds